EBBD073A-A4FD-416D-92E9-0D81FB818EA8.jpe
EBBD073A-A4FD-416D-92E9-0D81FB818EA8.jpe

Na tentativa de traduzir pensamentos, sentimentos, desejos e sexualidades, antes ocultas no imaginário, reprimido por questões morais, familiares e religiosas, que cercam as relações sociais, encontro na arte a liberdade para expressar minhas percepções sobre o mundo. E para isso, tento usar em minhas produções as variadas técnicas como pintura a óleo, acrílica, giz pastel, grafite, gravura e também pinturas digitais.   

Meu sangue preto

Meu sangue preto é uma obra baseada nas notícias publicadas na imprensa brasileira de mortes de pessoas negras, durante o ano de 2018. Manchetes de violência contra os negros tiveram destaques com frequência nos principais jornais por todo o país, evidenciando o racismo estrutural presente na sociedade brasileira, pois em contrapartida o número de assassinatos de pessoas brancas têm diminuído a cada ano, segundo dados que constam no Atlas da Violência 2018, organizado em parceria entre o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A obra é uma ilustração do sangue derramado de cada pessoa negra assassinada.

PINTURA DE GIZ PASTEL SECO

Com o giz pastel costumo compor cenas, aproveitando os tons chapados das cores de alguns papéis para criar o fundo da pintura.

Retrato/ Portrait
Retrato/Portrait
sem título
Jorge
Acarminado
Tito
O homem é o lobo do homem
Raio x do sagrado
Tríplice
Armando
D7C12D86-0952-4868-819C-3D2DA261CA9F.jpe

PINTURA A ÓLEO

4B63B569-02F1-4470-B820-3216D3D56FD3.jpe

PINTURA DIGITAL 

28B794C8-6ED5-4EAA-8A30-B14B5BBCF131.jpe
16608B3A-624D-4930-B5EC-B19EFCF61AA8.jpe
fruto.jpeg